• OQOONV

É chegada a hora! Alagoas terá Bancada Negra no pleito municipal

Atualizado: Ago 24

Mandato coletivo promove Ato-Live em lançamento de pré-candidatura


Da redação


A Bancada Negra pré-candidatxs a co-vereadorxs por Maceió do Partido Socialismo e Liberdade - PSOL lança pré-candidatura para a disputa de uma vaga na Câmara Municipal de Maceió para o pleito eleitoral de 2020. O evento será realizado neste sábado (22), às 15h, e conta com a participação de diversas lideranças do movimento negro e apoiadores.


A pré candidatura apresenta-se como um momento histórico para a cidade de Maceió. A iniciativa é fruto do amadurecimento da experiência de negras e negros que em 2018 lançaram pela primeira vez a possibilidade de um mandato coletivo em Alagoas. Assim como naquela ocasião, estão compondo a Bancada Negra aqueles que acreditam na necessidade de fazer política tendo como ponto central a discussão racial.


Além da necessidade de construir políticas públicas específicas para a população negra alagoana, abrindo caminhos para valorização da negritude, bem como fizeram os nossos antepassados ao construir o Quilombo dos Palmares — o maior quilombo existente no Brasil e grande foco histórico de resistência.


De acordo com os candidatos do mandato compartilhado da Bancada Negra, a politica alagoana tem como marca a polarização entre famílias que alternam-se no poder — mantendo as desigualdades sociais.


"O Estado é utilizado para manutenção do status quo da elite. Ele é também utilizado como ferramenta de aproximação de famílias emergentes, aquelas que gravitam nos sobrenomes e sempre estão ocupando cargos comissionados na estrutura pública. Enquanto a maioria dos alagoanos estão sofrendo sem emprego, sem assistência social adequada, saúde, educação, segurança pública e principalmente respeito", defendem.



Romper o modelo de política tradicional é um dos motivos para que os candidatos coloquem seus nomes à disposição para o pleito municipal de 2020 em Maceió. "E nós somos parte da sociedade que não concorda, e que acima de tudo quer mudar a gerir o que é público. Por isso, desde 2018 estamos apresentando uma alternativa para a sociedade. Um dialogo coletivo e localizado que quer denunciar as desigualdades, sobretudo as raciais", acrescentam.


"O momento é de lutar contra o racismo institucional. Lutar para a efetivação de uma política de atenção para a população negra. Não há mais como recuar. Já tivemos problemas demais. Vemos nosso povo morrer porque não consegue um atendimento no posto de saúde, por não há distribuição de remédio obrigatórios, por exemplo. Nossas crianças estão sem assistência social e psicológica e as mães negras, aquelas que mais sofrem, estão sem creche disponível para deixar seus livros enfrentar o trabalho cotidiano.

Nossa candidatura é para propor uma agenda para a população negra. Constituir políticas afirmativas e efetivar um novo olhar para a população negra", ressaltam os candidatos.


O racismo estrutural e a Covid-19


A necessidade do impulsionamento do debate sobre negritude e o racismo estrutural pode ser observado no período de pandemia da Covid-19. Segundo os dados do Núcleo de Operações e Inteligência em Saúde (NOIS) da PUC do Rio de Janeiro, 54,8% dos negros que foram internados com Covid-19 no Brasil acabaram morrendo, já na população branca esse número despenca para 37,9%.


Em Alagoas o cenário não é diferente. Segundo o Instituto do Negro de Alagoas (INEG/AL) para cada 4,76 negros contaminados, 1,18 morrem. Já para os brancos o número dobra, sendo necessários 8,99 contaminados para a mesma quantidade de óbitos.


Leia Mais: Boletins epidemiológicos revelam que as mortes por Covid-19 em AL têm cor e ela é negra


Propostas


"A Bancada Negra apresenta-se como alternativa para a construção do enfrentamento dessa estrutura racista que produz esses números de violência explícita e mantém sub-representada a população negra nos espaços de poder. Para mudar tal cenário faz-se urgente politicas publicas antirracistas em oito eixos principais: Democratização do Transporte Público; Segurança Municipal e Cidadã; Saúde; Educação; Cultura; Esporte e Lazer; Acesso à Justiça e Assistência Social; Participação Popular", trecho do release encaminhado à imprensa.

SERVIÇO


O QUÊ: lançamento da pré-candidatura da Bancada Negra

Quando: sábado, 22 de agosto, às 15h

Onde: Canal do YouTube da CiaHipHop, página Bancada Negra no Facebook ou no Instagram @bancadanegra.


Apoiadores e candidatos. Arte: Reprodução Redes Sociais

Sobre
 
Coletivo participativo e ativo de jornalismo independente em Alagoas que busca dar visibilidade às vidas e aos fatos dos que são colocados à margem.
 

@2020 O Que Os Olhos Não Veem

Contato
Envie sua mensagem na caixa de texto abaixo ou escreva para o endereço de e-mail a seguir:
contato@oqueosolhosnaoveem.net

Republique
A matéria e as fotografias devem trazer o nome do coletivo na assinatura do texto;

Títulos podem ser alterados desde que o conteúdo seja fielmente preservado.

  • Facebook - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
  • Twitter - Black Circle
  • YouTube - Black Circle